Biodiversisdade-HP.png

 

O Brasil é o país com maior diversidade biológica do mundo. É classificado no topo entre os 17 países mega diversos do mundo, perdendo apenas para a Indonésia em termos de espécies endêmicas. Com grande extensão territorial de mais de 8,5 milhões de km2, é o quinto maior do mundo e ocupa quase que a metade da América do Sul. Estende-se da bacia Amazônica, no Norte, até os pampas no Sul do país, compondo várias zonas climáticas com grandes variações ecológicas, formando distintos biomas.

 

Os biomas são compostos pela (1) Floresta Amazônica, que é a maior floresta tropical úmida do mundo, (2) o Pantanal, maior planície inundável do planeta, (3) o Cerrado de savanas e bosques, (4) a Caatinga de florestas semiáridas, (5) os campos dos Pampas, e (6) a floresta tropical pluvial da Mata Atlântica. O país também possui uma costa marinha de 3,5 milhões km², que inclui ecossistemas como recifes de corais, dunas, manguezais, lagoas, estuários e pântanos.

Borboleta Heliconia.jpg
ATLAS biomas.png

Crédito da imagem: Embrapa (Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária)

A estimativa é que o Brasil hospede entre 15 e 20% da diversidade biológica do mundo, com o maior número de espécies endêmicas em escala global. Os biomas brasileiros são exibições exuberantes da biodiversidade do planeta. Juntos, os biomas brasileiros – Mata Atlântica, Floresta Amazônica, Cerrado, Caatinga, Pantanal, Pampas e Costa Marinha – também contêm 12% da água doce da superfície do planeta. 

 

Mais de três quartos de todas as espécies de anfíbios, mamíferos terrestres, peixes de água doce e salgada, formigas e plantas vivem nas regiões tropicais do planeta. Segundo a Rede Amazônia Sustentável, somente o Brasil abriga 12% das espécies de plantas do mundo, 12% dos mamíferos e 24% das espécies de peixes. Adicionalmente, a biodiversidade do Brasil está em constante expansão, com uma média de 700 novas espécies animais descobertas a cada ano.

 

O Brasil também abriga o maior trecho contínuo de manguezais do mundo (1,3 milhão de hectares) e os únicos ambientes de arrecifes do Atlântico Sul, distribuídos ao longo de 3.000 km da costa nordeste.

Com mais de 200 povos indígenas conhecidos, e 170 línguas, o Brasil também é muito diverso sob a ótica cultural. Este grande número de comunidades e aldeias locais possui um conhecimento considerável sobre espécies de flora e fauna, inclusive sobre os sistemas tradicionais de manejo desses recursos naturais.

 

 

Afinal, o que é Biodiversidade?


A biodiversidade somos todos nós e tudo que nos cerca, animais, plantas, insetos, rios, oceano, o ar que respiramos, enfim tudo que faz parte do planeta, por mais invisível que possa ser, como uma bactéria. O corpo humano abriga mais de 100 trilhões de células e está conectado ao planeta por um sistema complexo, infinito, compartilhando átomos com tudo o que existe no mundo ao nosso redor.


Avaliações de cientistas estimam que ao redor de 100 milhões de espécies diferentes de vida compartilhem do planeta, embora menos de 2 milhões sejam conhecidas. A biodiversidade abrange toda a variedade de espécies de flora, fauna e micro-organismos; as funções ecológicas desempenhadas por estes organismos nos ecossistemas; e as comunidades, habitats e ecossistemas formados por eles.

 

Todo esse complexo de vida, apesar de muito sensível, é responsável pela estabilidade dos ecossistemas, pelos processos naturais e seus produtos, e pelas espécies que modificam a biosfera. Todos esses componentes, em conjunto, constituem as bases da vida na Terra.

 

Além disso as diferentes formas de vida presentes que formam os ecossistemas, apresentam grande potencial econômico como base de muitas atividades agrícolas, pecuárias, pesqueiras e florestais. A extinção de uma espécie causa impacto negativo no ecossistema afetado, uma vez que as espécies interagem entre si e também com o ambiente em que vivem, garantindo o equilíbrio dos ecossistemas. Além disso, pode causar impactos econômicos, pois a espécie em questão tem potencial para ser explorada comercialmente.

 

Infelizmente pouco da biodiversidade brasileira é conhecida e aproveitada, com isso, o país perde uma grande oportunidade de se beneficiar dessa riqueza biológica que, muitos brasileiros menosprezam, basta ver o que vem acontecendo com os níveis de desmatamento e queimadas irresponsáveis. O Brasil é considerado o país da mega diversidade, com destaque para a Amazônia, a região do planeta com maior biodiversidade, tanto na quantidade quanto na variedade de seres vivos

 

Folha Mamao de lado.png